Prazo para renegociação de débitos termina amanhã

O prazo para renegociação de débitos junto à Prefeitura de Teresina, através do Programa de Pagamento Incentivado (PPI), termina sexta-feira (29). E, para atender à demanda, as Centrais de Atendimento ao Público (CAPs) funcionarão com atendimento especial para atender aos contribuintes que desejam regularizar sua situação junto ao fisco municipal. Foram negociados até o momento mais de R$ 19 milhões.

 

“Os atendimentos nas CAPs serão destinados apenas para o PPI. Nos últimos dias, estamos tendo uma procura muito forte e acreditamos que amanhã essa demanda vá continuar”, afirma o diretor de arrecadação da Prefeitura de Teresina, Alexandre Castelo Branco. As CAPs funcionam das 7h30 às 13h.

 
Além das Centrais de Atendimento, o contribuinte pode optar por fazer a renegociação pelo site ppi.teresina.pi.gov.br. Esta opção é válida apenas para os contribuintes que desejam fazer o pagamento em cota única.

 
Os descontos em multas e juros podem chegar até 100%, caso o contribuinte opte pelo pagamento único. Para quem deseja fazer o pagamento parcelado, o desconto poderá ser de até 80%. O desconto varia de acordo com o número de parcelas escolhido pelo contribuinte, que pode chegar a 90 meses. A parcela não pode ser inferior a R$ 50,00 para pessoa física e R$ 100,00 para pessoa jurídica.

 
O PPI pretende reduzir a inadimplência de alguns tributos, como IPTU, ISS, ITBI, e Taxas como as administrativas, meio ambiente, vigilância sanitária e as aplicadas pelas Superintendências de Desenvolvimento Urbano. Multas de trânsito e indenizações por danos ao patrimônio público não estão inclusas no Programa.

 
Confira onde renegociar:
Unidade de Atendimento ao Público Centro
Rua Álvaro Mendes, 860 – Centro – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3234-0300

Unidade de Atendimento ao Público Leste
Avenida João XXIII, 2715 – São Cristovão – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3215-7870

Prazo para renegociação termina na próxima sexta-feira (29)

O prazo para renegociação de débitos junto à Prefeitura de Teresina, através do Programa de Pagamento Incentivado (PPI), termina na próxima sexta-feira (29). As renegociações podem ser feitas pelo site ppi.teresina.pi.gov.br ou em uma das Centrais de Atendimento ao Público.

 
O PPI pretende reduzir a inadimplência de alguns tributos, como IPTU, ISS, ITBI e Taxas. Os descontos em multas e juros podem chegar até 100%, caso o contribuinte opte pelo pagamento único. Para quem desejar fazer o pagamento parcelado, o desconto poderá ser de até 80%. O desconto varia de acordo com o número de parcelas escolhido pelo contribuinte, que pode chegar a 90 meses. A parcela não pode ser inferior a R$ 50,00 para pessoa física e R$ 100,00 para pessoa jurídica.

 
“Atualmente, quem está inadimplente tem que pagar multa de mora 0,33% ao dia e 1% de juro de mora ao mês, atualização monetária e os honorários advocatícios, caso esse crédito seja inscrito em dívida ativa. Com a lei, o contribuinte vai ter uma condição mais vantajosa de quitar”, lembra Alexandre Castelo Branco, lembrando que os contribuintes possuem até amanhã para procurar a Prefeitura e fazer a renegociação.

 
Em vigor desde dezembro, o PPI já recuperou R$ 17 milhões. Esse montante é revertido em investimento para cidade, como obras nas áreas de educação e saúde.

 
Confira onde renegociar:
Unidade de Atendimento ao Público Centro
Rua Álvaro Mendes, 860 – Centro – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3234-0300

 
Unidade de Atendimento ao Público Leste
Avenida João XXIII, 2715 – São Cristovão – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3215-7870

 
Divisão de Cobrança Administrativa
Rua Álvaro Mendes, 860 – Centro – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3215-7549

Prefeitura vai instalar CAP no Espaço da Cidadania

A Prefeitura de Teresina vai instalar uma nova Central de Atendimento ao Público (CAP) no Espaço da Cidadania, no Shopping Rio Poty. A instalação foi autorizada ontem (19) pelo prefeito Firmino Filho durante reunião com o secretário de Administração e Previdência do Estado, Franzé Silva, no Palácio da Cidade.

 

“A ideia é ampliar a rede de atendimento ao cidadão, criando dentro do Espaço da Cidadania uma unidade da Secretaria Municipal de Finanças, a exemplo das CAPs que já funcionam nas zonas Leste, Sul e Centro”, explicou o prefeito Firmino Filho ao manifestar o interesse da Prefeitura no projeto.

 

Para o secretário municipal de Finanças, Jallysson Hidd, a nova CAP vai facilitar a vida de muitos teresinenses e outras pessoas que procuram a Prefeitura para o pagamento de tributos, taxas e para a solicitação de serviços.

 

O secretário Franzé Silva informou que um outro Espaço da cidadania será construído nas imediações do Piauí Center Modas, no bairro Tabuleta. A meta é agregar no Espaço da Cidadania serviços de órgãos federais, estaduais e municipais.

PMT já recuperou mais de R$ 16 milhões com o PPI

A Prefeitura de Teresina recuperou mais de R$ 16 milhões por meio do Programa de Pagamento Incentivado (PPI). O Programa é uma oportunidade para que os contribuintes que estão inadimplentes junto ao fisco municipal façam a renegociação. O prazo para adesão termina no dia 29 de janeiro.

 
Lançado em dezembro do ano passado, o PPI visa reduzir a inadimplência de alguns tributos, como IPTU, ISS, ITBI e Taxas. Taxas administrativas, multas urbanísticas, de vigilância sanitária e meio ambiente também estão inclusas no programa.

 
“Para o contribuinte que está com débitos, é uma oportunidade vantajosa para ficar em dia com a administração. Atualmente, quem está inadimplente tem que pagar multa de mora 0,33% ao dia e 1% de juro de mora ao mês”, afirma o diretor de arrecadação da Prefeitura de Teresina, Alexandre Castelo Branco, lembrando que o dinheiro recuperado por meio do Programa será usado em investimentos para cidade, como saúde, educação e mobilidade.

 
Através do PPI, os contribuintes podem ter descontos em multas e juros de até 100%. Esse desconto é destinado apenas àqueles que optarem pelo pagamento à vista. Para quem desejar fazer o pagamento parcelado, o desconto poderá ser de até 80%. O desconto varia de acordo com o número de parcelas escolhido pelo contribuinte, que pode chegar a 90 meses. A parcela não pode ser inferior a R$ 50,00 para pessoa física e R$ 100,00 para pessoa jurídica.

 
As negociações de débitos junto à prefeitura de Teresina podem ser feitas pela internet ou em uma das Centrais de Atendimento ao Público. Para fazer a negociação pela internet, o contribuinte deve acessar o site ppi.teresina.pi.gov.br e ter em mãos o número da inscrição municipal, em caso de imóvel. No caso de empresas, é preciso ter ainda o número do CPF do responsável legal.

Contribuintes têm até o dia 29 para renegociar dívidas

Os contribuintes que possuem débitos junto à Prefeitura de Teresina têm até o dia 29 de janeiro para renegociá-los através do Programa de Pagamento Incentivado (PPI). A renegociação pode ser feita em uma das Centrais de Atendimento ao Público (CAP) ou pela internet.

 
Podem aderir ao PPI os contribuintes que têm débitos de créditos tributários e não tributários, como IPTU, ISS, ITBI e Taxas. Taxas administrativas, multas urbanísticas, de vigilância sanitária e meio ambiente também estão inclusas no programa.

 
“É uma oportunidade vantajosa para quem possui esses débitos ficar em dia com a administração. Atualmente, quem está inadimplente tem que pagar multa de mora 0,33% ao dia e 1% de juro de mora ao mês”, lembra o coordenador de Arrecadação de Receita da Secretaria Municipal de Finanças, Alexandre Castelo Branco.

 
A renegociação pela internet é feita através do site ppi.teresina.pi.gov.br e é destinada àqueles que optarem pelo pagamento em conta única. Os descontos em multas e juros podem chegar até 100%. Já quem deseja parcelar os débitos deve procurar um dos CAP e pode ter um desconto de até 80%. O desconto varia de acordo com o número de parcelas escolhido pelo contribuinte, que pode chegar a 90 meses. A parcela não pode ser inferior a R$ 50,00 para pessoa física e R$ 100,00 para pessoa jurídica.

Teresina é a 12ª cidade brasileira em investimentos

Teresina foi a 12ª metrópole brasileira com maior nível de investimentos no ano de 2015. De acordo com levantamento realizado pelo Jornal Folha de São Paulo e publicado esta semana, a capital piauiense teve um aumento de 43,1% em investimentos realizados com recursos públicos.

 

O levantamento considerou as capitais e as maiores cidades do país do país, aquelas com mais de 60 milhões de habitantes. Os números, de acordo com o jornal, foram extraídos dos balanços oficiais dos municípios publicados pelo Tesouro Nacional e pela Caixa Econômica Federal. A comparação foi feita com dados de janeiro a outubro dos anos de 2014 e 2015.

 

Em investimentos, Teresina aparece à frente de cidades como Brasília, Curitiba, Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre, Salvador, Fortaleza e São Paulo. No Nordeste, a capital piauiense perde apenas para São Luís.

 

Em relação à arrecadação, Teresina teve um recuo de 1,5% em sua receita tributária. Houve também queda na transferência de recursos federais para a capital do Piauí, de 3,8%.

Prefeitura prorroga prazo para negociação de dívidas

A Prefeitura de Teresina prorrogou o prazo para negociação de débitos através do Programa de Pagamento Incentivado (PPI). Os contribuintes que têm dívidas junto ao fisco municipal podem renegociá-las até o dia 29 de janeiro de 2016.

 
“A prorrogação atende a um pedido da própria população, que quer quitar suas dívidas junto à administração municipal, e o prefeito Firmino Filho sensível a isso decidiu por prorrogar”, afirma o coordenador de Arrecadação de Receita da Secretaria Municipal de Finanças, Alexandre Castelo Branco, destacando o aumento da adesão ao programa nos últimos dias. Ontem (29), por exemplo, as Centrais de Atendimento ao Público (CAPs) estiveram em funcionamento até as 17h para atender a demanda.

 
Além dos três CAPs, os contribuintes inadimplentes podem fazer a negociação através do site ppi.teresina.pi.gov.br. Os descontos em multas e juros podem chegar até 100%, caso o contribuinte opte pelo pagamento único. Para quem desejar fazer o pagamento parcelado, o desconto poderá ser de até 80%. O desconto varia de acordo com o número de parcelas escolhido pelo contribuinte, que pode chegar a 90 meses. A parcela não pode ser inferior a R$ 50,00 para pessoa física e R$ 100,00 para pessoa jurídica.

 
Podem aderir ao PPI os contribuintes que têm débitos de créditos tributários e não tributários, como IPTU, ISS, ITBI e Taxas. Taxas administrativas, multas urbanísticas, de vigilância sanitária e meio ambiente também estão inclusas no programa. “É uma oportunidade vantajosa para quem possui esses débitos ficar em dia com a administração. Atualmente, quem está inadimplente tem que pagar multa de mora 0,33% ao dia e 1% de juro de mora ao mês”, lembra Alexandre Castelo Branco.

 
Desde que a lei entrou em vigor, no dia 07 de dezembro, a Prefeitura recuperou mais de R$ 11 milhões através do PPI. O dinheiro das renegociações é destinado a melhorias para própria população, como calçamento, educação e saúde.

Dois mil contribuintes já aderiram ao PPI

Cerca de dois mil contribuintes já procuraram a Prefeitura de Teresina para renegociar débitos através do Programa de Pagamento Incentivado (PPI). As negociações podem ser feitas até o dia 30 de dezembro em uma das Centrais de Atendimento ao Público ou pelo site http://ppi.teresina.pi.gov.br.

 

Lançado há pouco mais de duas semanas, o PPI visa a reduzir a inadimplência de alguns tributos, como IPTU, ISS, ITBI e Taxas. Até agora, foram negociados mais de R$ 4 milhões de débitos. A expectativa é que, nos próximos dias, o número de negociações aumente, a exemplo do que aconteceu no último programa.

 
“Estamos tendo um número de negociações superior ao do último programa de incentivo à renegociação de débitos. Pelo que percebemos, a tendência é que, nos próximos dias, mais contribuintes nos procurem para quitar os débitos”, afirma o Coordenador Especial da Receita da Secretaria Municipal de Finanças, Alexandre Castelo Branco.

 

Através do PPI, os contribuintes podem ter descontos em multas e juros de até 100%. Esse desconto é destinado apenas àqueles que optarem pelo pagamento à vista. Para quem desejar fazer o pagamento parcelado, o desconto poderá ser de até 80%. O desconto varia de acordo com o número de parcelas escolhido pelo contribuinte, que pode chegar a 90 meses. A parcela não pode ser inferior a R$ 50,00 para pessoa física e R$ 100,00 para pessoa jurídica.

 

“Atualmente, quem está inadimplente tem que pagar multa de mora 0,33% ao dia e 1% de juro de mora ao mês, atualização monetária e os honorários advocatícios, caso esse crédito seja inscrito em dívida ativa. Com a lei, o contribuinte vai ter uma condição mais vantajosa de quitar”, lembra Alexandre Castelo Branco.

 

As negociações de débitos junto à prefeitura de Teresina podem ser feitas pela internet ou em uma das Centrais de Atendimento ao Público. Para fazer a negociação pela internet, o contribuinte deve acessar o site http://ppi.teresina.pi.gov.br e ter em mãos o número da inscrição municipal, em caso de imóvel. No caso de empresas, é preciso ter ainda o número do CPF do responsável legal.

 

Confira onde renegociar:

Unidade de Atendimento ao Público Centro
Rua Álvaro Mendes, 860 – Centro – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3234-0300

Unidade de Atendimento ao Público Leste
Avenida João XXIII, 2715 – São Cristovão – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3215-7870

Divisão de Cobrança Administrativa
Rua Álvaro Mendes, 860 – Centro – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3215-7549

Câmara aprova orçamento; Saúde e educação são prioridades

A Câmara Municipal de Teresina aprovou, nesta semana, o Projeto de Lei Orçamentária Anual 2016. A PLOA estima a receita e fixa a despesa do município para o exercício financeiro de 2016. As áreas da saúde e da educação figuram como prioritárias.

 

De acordo com a lei, a receita total para o próximo ano é de R$ 2.976.294.001. Desse total, 42,70% referem-se a recursos próprios da administração municipal. O restante refere-se a recursos oriundos de outras fontes, destinados a projetos e atividades específicas.

 
Áreas prioritárias da peça orçamentária, saúde e educação terão, juntas, R$ 554.671.163 em recursos próprios do município. “Essas são áreas prioritárias para a administração, contempladas também com outras fontes de recursos, por estarem diretamente ligadas à qualidade de vida da população”, afirma o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, Washington Bonfim.

 

O orçamento atende também às demandas dos vereadores. Ao PLOA, foram incluídas emendas parlamentares, destinando recursos para áreas do Meio Ambiente, Transporte Eficiente, Juventude e Mulher.

 

O PLOA 2016 foi elaborado levando em consideração a execução orçamentária de 2014 e a do primeiro semestre de 2015, bem como a projeção da Receita para 2016.

Contribuintes podem renegociar dívidas pela internet

Os contribuintes interessados em renegociar seus débitos junto à Prefeitura de Teresina possuem mais uma opção. A partir desta segunda-feira (14), as renegociações podem ser feitas também através do site http://ppi.teresina.pi.gov.br. A opção é válida apenas para os que desejam fazer o pagamento do débito em cota única.

 

A lei que instituiu o Programa de Parcelamento Incentivado (PPI) está em vigor desde de segunda-feira. A medida visa reduzir a inadimplência de alguns tributos, como IPTU e ISS. A Prefeitura espera recuperar R$ 15 milhões com o refinanciamento.

 

Os descontos em multas e juros podem chegar a até 100% para quem opta pelo pagamento à vista.  Para fazer a negociação pela internet, o contribuinte deve acessar o site e ter em mãos o número da inscrição municipal em caso do imóvel. No caso de empresas, é preciso ter ainda o número do CPF do responsável legal.

 

Para quem optar pelo pagamento parcelado, o desconto poderá ser de até 80%. O desconto varia de acordo com o número de parcelas escolhida pelo contribuinte, que pode chegar a 90 meses. A parcela não pode ser inferior a R$ 50,00 para pessoa física e R$ 100,00 para pessoa jurídica.

 

“Atualmente quem está inadimplente tem que pagar multa de mora 0,33% ao dia e 1% de juro de mora ao mês, atualização monetária e os honorários advocatícios, caso esse crédito seja inscrito em dívida ativa. Com a lei, o contribuinte vai ter uma condição mais vantajosa de quitar o débito e vamos conseguir reverter o quadro de inadimplência”, explica o coordenador de Arrecadação de Receita da Secretaria Municipal de Finanças, Alexandre Castelo Branco.

 

Os contribuintes têm a opção também de renegociar suas dívidas em uma das Unidades de Atendimento ao Público.

 

Confira onde renegociar:

 

Unidade de Atendimento ao Público Centro

Rua Álvaro Mendes, 860 – Centro – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3234-0300

 

Unidade de Atendimento ao Público Leste

Avenida João XXIII, 2715 – São Cristovão – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3215-7870

 

Divisão de Cobrança Administrativa

Rua Álvaro Mendes, 860 – Centro – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3215-7549